Seja bem vindo, mas não pise na grama

Não espero comentários, mas serão todos bem vindos para falar...

quinta-feira, junho 16, 2011

Eterno querer


 

Eterna criança
terno brincar
de nunca ser;

Brincar de não crescer...
O Pan do meu futuro tão, tão distante...
tão brilhante!

Eterna mensagem
de completo querer... ter!
Tão distinto ser ou ver;

De certa paisagem
so meu ver 
o amanhecer
o entardecer
da noite!

Eterna lembrança
uma única dança
para esquecer!

R.G.Pfarrius

Um comentário:

F! disse...

Em primeiro lugar: parabéns atrasado! :) (o facebook me lembrou mas ainda acho meio estranho mandar mensagens por lá! hehe)

Esse poeminha faz a gente dançar e lembrar de como eram os nossos "Pans" e de como sentíamos sem sentir, pensávamos sem pensar... leve e lindo!

Até um próximo devaneio! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...